segunda-feira, 22 de maio de 2017

O QUE É INTOLERÂNCIA À LACTOSE

A dificuldade de digestão do leite e seus derivados provoca dores, gases e até diarreia. Conheça alternativas para o problema

Um copo de leite é suficiente para provocar mal-estar em quem tem intolerância à lactose. Entre os sintomas estão dores abdominais, gases, inchaço, náuseas, diarreias e vômitos. Estima-se que cerca de metade da população brasileira possa vir a desenvolver o problema, segundo o site da Federação Brasileira de Gastroenterologia.

A intolerância à lactose é a incapacidade parcial ou completa de digerir o açúcar existente no leite e seus derivados. O distúrbio ocorre quando o corpo não produz, ou produz em quantidade insuficiente, uma enzima digestiva chamada lactase. Algumas pessoas nascem sem a enzima, enquanto outras deixam de produzi-la ao longo da vida.

Diagnóstico

A intolerância à lactose pode ser diagnosticada por um exame respiratório que mede a quantidade de hidrogênio expirado após a ingestão de lactose. Outro teste é um exame de sangue que indica os níveis de glicose após a ingestão de lactose. Se não houver alteração, a pessoa é intolerante à lactose. Pessoas que sentem desconforto intestinal após a ingestão de leite e derivados devem procurar especialistas para o correto diagnóstico e orientações dietéticas.

Dieta

O nutrólogo J. Bussade, especialista na prática ortomolecular, diz que uma das principais medidas é retirar o leite da alimentação. Ele recomenda o uso de leites vegetais, feitos a partir de castanhas, amêndoas ou inhame. E ainda indica a ingestão de vitamina D e de farinha de vitamina D3.

A retirada de produtos lácteos da dieta por um tempo prolongado pode levar a deficiências nutricionais de cálcio, fósforo e vitaminas, alerta a Federação Brasileira de Gastroenterologia. Para evitar que isso aconteça, uma opção é consumir alimentos fermentados à base de leite, como iogurtes desnatados ou integrais.

Além disso, alguns produtos têm quantidades menores de lactose, como o queijo minas, mussarela e prato. Existem ainda alimentos com baixa lactose ou zero lactose, como leites, iogurtes e queijos.

Quantidade de cálcio

Para adultos entre 19 e 50 anos, a recomendação de ingestão diária de cálcio é de 1.000 mg. Pessoas acima dos 50 anos devem consumir 1.200 mg de cálcio por dia. Crianças e adolescentes entre 9 e 18 anos precisam de 1.300 mg de cálcio diariamente. Um copo de leite tem cerca de 300 mg de cálcio, mas existem outras fontes importantes, como espinafre, tofu, gergelim, amêndoas, repolho, ovo, laranja, brócolis e cenoura.

.Por Rê Campbell / edição 1311 Folha Universal

Nenhum comentário:

Postar um comentário