segunda-feira, 10 de abril de 2017

COMO ACELERAR O METABOLISMO?

Confira o que significa este conjunto de alterações do organismo e por que é importante cuidar dele

Muito se fala a respeito do que fazer para acelerar o metabolismo. Mas o que afinal significa esse processo? E como ele influencia na saúde de uma pessoa?

A nutricionista funcional Luciana Dourado explica que o metabolismo é um meio químico que ocorre no corpo humano continuamente, por toda a vida. “Significa mudança ou transformação, ou seja, são processos que acontecem dentro do organismo e que convertem alimentos e outras substâncias em energia. É uma ação do organismo para permanecer trabalhando, reparar danos, curar ferimentos e livrar o corpo das toxinas. Um processo necessário sem o qual os seres vivos morreriam”, destaca.

Idade

Será verdade que o metabolismo fica mais lento com o passar da idade? A nutricionista explica que não. “Ele está associado ao modo de vida do indivíduo. O que de fato pode interferir são os hormônios e, no caso das mulheres, a menopausa, por exemplo, fase em que elas acumulam mais gordura na região abdominal.”

Estudos demonstram que a mudança metabólica não está ligada apenas à idade, mas a uma mudança de alimentação e de hábitos. “Por isso é importante o consumo de alimentos saudáveis, o fracionamento das refeições e a atividade física. É importante sempre controlar a mensagem que se envia ao cérebro. Por exemplo, há pessoas que têm “complexos” e não conseguem se ver como uma pessoa normal, têm a visão deformada do corpo.”

Acelere

O metabolismo pode ser acelerado com uma dieta funcional, em que os alimentos têm funções específicas no organismo. “É bom consumir alimentos termogênicos, como gengibre, canela, pimenta e cereais integrais, que despendem mais energia para serem metabolizados. O funcionamento do intestino também é de extrema importância. É importante dizer que cada organismo é único e cada pessoa tem hábitos diferentes, por isso a importância de uma dieta personalizada e balanceada para cada um”, orienta Luciana.

Algumas pessoas têm o hábito de fazer apenas grandes refeições ao longo do dia. Nesses casos, cabe ao nutricionista adequar a dieta. “O corpo humano é uma máquina fantástica. Em indivíduos que não têm regra alimentar, ou seja, não têm horários certos para comer nem uma alimentação saudável, ele trabalha armazenando mais nutrientes em forma de gordura, para utilizar em caso de escassez. Isso diminui o metabolismo”, alerta Luciana.

Ela ressalta que os exercícios físicos também ajudam a acelerar o metabolismo, mas destaca a necessidade de consultar um profissional da área antes de começar a praticá-los. “Em geral, a caminhada de 45 minutos, três vezes por semana, ou a natação, por 45 minutos, duas vezes por semana, são os mais indicados para todos os casos. Mas um profissional pode potencializar os resultados, adequando o melhor exercício de acordo com o estilo de vida de cada um.”

Cuidados

Quem pensa que ter um metabolismo extremamente acelerado é sinônimo de felicidade está enganado. “Nem sempre é bom. Uma pessoa muito magra, que quer aumentar a massa magra e tem o metabolismo acelerado tem grande dificuldade de chegar no seu objetivo”, afirma a nutricionista.

Nós somos resultado do que pensamos, falamos e de como nos alimentamos. Por isso, cuidar do funcionamento do organismo não é apenas uma questão de estética. Respeitar seu corpo e equilibrar a alimentação, além de manter a prática de exercícios e o cuidado com a saúde mental, são essenciais para manter a saúde em dia. Isso lhe trará qualidade de vida, bem-estar e um metabolismo saudável.

Por Ana Carolina Cury / edição 1305 Folha Universal

Nenhum comentário:

Postar um comentário