terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

CARNAVAL DE CAICÓ É TÃO NECESSÁRIO, QUANTO HISTORICAMENTE IMPORTANTE

Opiniões divergentes a parte, compreender a importância do Carnaval de Caicó se faz necessário para entender as suas consequências para a vida econômica e cultural do Município, porém, população, governos, sociedade civil e empresarial precisam entender que, nem só de eventos festivos se constrói desenvolvimento social

Por professor Antônio Neves

Todo ano surgem os mesmos questionamentos: devemos ou não realizar carnaval? Mas a questão transita no fato de se o município deve ou não pagar a conta da festa, sozinho, já que por anos passados somas financeiras altíssimas eram empregadas sem que houvesse planejamento, parcerias e contrapartida de outros segmentos que lucram, e muito, com os oito dias dos festejos de Momo, sem oferecer nenhuma contrapartida.

Para se convencer da importância econômica e cultural da realização do Carnaval é preciso reconhecer o peso que a festa tem para a movimentação da econômica local, mesmo sendo sazonal. Mas justificar sua realização a partir apenas do aspecto econômico, corre-se o risco de mercantilizar as compreensões e contribuir para um falso entendimento da utilidade do Evento, distanciando-se do alcance que precisamos ter para perceber as tradições, a diversidade cultural e os investimentos devidos em meio a grande receptividade que há no seio da população caicoense.  

Tem um detalhe que precisamos compreender: há décadas que Caicó, com crise ou sem crise, com chuvas ou sem chuvas, com dinheiro ou sem dinheiro, realiza carnavais, desde os tempos memoriais das escolas de samba de seo Manoel de Neném, até os dias de hoje, isso porque o carnaval além de ser uma festa popular (e a mais democrática de todas) é também, em Caicó, um evento que fala muito do espírito do ser caicoense; o que precisamos é unir o útil ao agradável, dosar bem as oportunidades e buscar novos investimentos e parcerias, que sejam introduzidas na vida social dos munícipes como meio de integrar a cidade numa cultura de oportunidades, para que com isso, possamos desenvolver criativamente todos os aspectos envolvidos: a economia, as tradições e a sociedade em todas as suas manifestações saudáveis de crescimento e colaboração humana, social e econômica.

As características assumidas pelo carnaval de Caicó nas últimas décadas o fizeram grande do ponto de vista de evento de massas, até hoje temos realizado um carnaval tranquilo, de muita confraternização, pouco a pouco estamos resgando nossas tradições carnavalescas, mesclando-as com a diversidade cultural da juventude e dos antigos carnavais (o que é inevitável). O Poder Público ciente do seu papel, precisa comprar o desafio de usar bem o dinheiro público sem favorecer a segmentos “A” ou “B” quanto ao fato de reconhecer a importância da realização do Evento e promovê-lo de forma inclusiva, sem que se veja na obrigação de bancar tudo sozinho.

Então já é carnaval em Caicó, aproveitemos a festa, pratiquemos o exercício do bom acolhimento aos nossos visitantes e a cultura da paz, da alegria e da diversão. Pensemos a partir desse ponto em construir uma cidade mais saudável, resgatando seus valores históricos, preservando suas tradições e difundindo nossas culturas com olho na diversidade, na tolerância e nas boas ideias, porque depois da quarta-feira ingrata, a vida continua ...

Nenhum comentário:

Postar um comentário