segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

PERDI A COMANDA E ME COBRARAM UM VALOR EXORBITANTE. E AGORA?

Entenda por que a prática é considerada abusiva

Você foi ao restaurante almoçar, mas na hora de pagar se deu conta de que perdeu a comanda de consumo e o estabelecimento cobrou uma fortuna por isso? Como forma de penalizar os clientes, muitos restaurantes ainda cobram valores exorbitantes para fornecer outra comanda. Essa é uma prática considerada abusiva e quem garante é o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec).

De acordo com o Idec, só pode ocorrer cobrança por perda da comanda se ficar caracterizada a falta de cuidado do cliente, o que exclui os casos de furto ou roubo dentro do estabelecimento. No entanto, essas taxas devem ser avisadas previamente e não podem passar de 10% do valor da conta, pois a responsabilidade de controle de gastos dos consumidores é da casa e a mesma não pode ser repassada ao consumidor.

Como agir

Caso perca a comanda e o restaurante não tenha nenhum outro meio de controle do consumo, o ideal é que o cliente informe à gerência imediatamente, tente conversar e resolver amigavelmente com o profissional responsável por essa área. Seja honesto ao informar o que consumiu, para que ninguém fique no prejuízo.

Caso o estabelecimento cobre mais de 10% do valor total dos gastos, o cliente deve exigir uma nota fiscal especificando que o valor cobrado foi pela perda da comanda. Com a nota em mãos, o cliente pode se dirigir a algum órgão de defesa do consumidor para exigir o reembolso.

Por Rafaela Dias / Edição 1289 Folha Universal

Nenhum comentário:

Postar um comentário