quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

CAICÓ: GALPÃO CULTURAL CACIMBA DAS ARTES FECHA SUAS PORTAS

O Galpão Cultural Cacimba das Artes está fechando suas portas e encerrando suas atividades alguns meses depois de aberto em Caicó. Ao apagar das luzes do último espetáculo, o que percebemos é que faltou apoio para além do pão e circo oferecido a uma sociedade que ainda não tem mentalidade cultural suficiente para sair das estruturas envelhecidas dos barracos da cidade e passar a consumir um padrão cultural de qualidade

Segundo um dos seus idealizadores, o artista Jonas Linhares, o fechamento dessa Casa de espetáculos se dá devido à falta de apoio da população consumidora de artes e culturas, uma vez que o custo para manter o Galpão funcionando é bastante alto para o que vinha sendo arrecadado com os espetáculos e patrocinadores.

Durante um ano o Galpão ofereceu uma programação cultural que visava oferecer opções de acesso e consumo as múltiplas formas de fazer arte e cultura na cidade, promovendo intercâmbios com outras praças contribuindo para amadurecer o elenco de artistas de variados estilos que temos em Caicó e na região. Quem teve a oportunidade de usufruir, viveu momentos de muita arte, música, teatro, exposições, poesia e literatura, mas faltou o principal, a colaboração dos setores da cidade que tanto reclamam a falta de espaços para a produção cultural, mas que pouco, ou nada, contribuíram para a consolidação deste projeto.

O Galpão fechou porque não se faz cultura só com a vontade, principalmente quando se busca colocar em prática um projeto independente e diversificado. Talvez ainda demore um pouco para Caicó se acostumar e passar a consumir um padrão cultural de qualidade onde seus artistas não precisem ficar mendigando para apresentar e colocar no palco seus talentos, ainda estamos na fase primitiva da nossa consciência artística.

Para a turma do Cacimba das Artes, os parabéns pela iniciativa, a coragem e a ousadia... Valeu cada gargalhada, cada música ouvida, o aprendizado de cada oficina oferecida, cada poesia declamada; entre o início e o fim ficou comprovado que temos muito que mostrar. Temos bons talentos e significativas produções, a cidade perdeu uma boa oportunidade em se tornar um pouco melhor... Mas não é o fim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário