segunda-feira, 28 de novembro de 2016

ANVISA APROVA NOVO TESTE PARA DIAGNOSTICAR ZIKA VÍRUS

Produto é capaz de identificar a doença de forma rápida

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a produção de um teste rápido para o diagnóstico de zika vírus capaz de detectar a doença em qualquer ambulatório.

O teste identifica o vírus no sangue de quem tem ou já teve a doença de forma bem rápida: em aproximadamente 20 minutos. O kit foi desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com a empresa norte-americana Chembio.

Por meio do teste rápido será possível avaliar qual percentual da população está imune à doença. O kit de diagnóstico estará disponível na rede pública no prazo de 30 dias e estima-se que a Fiocruz produza 40 milhões de testes por ano.

Outro teste disponível

No dia 25 de outubro, o Ministério da Saúde anunciou a compra de 3,5 milhões de unidades de outro teste rápido para identificar o vírus da zika.

Está prevista a distribuição de 2 milhões de kits até o final deste ano e o restante até fevereiro de 2017. A tecnologia confirma se o paciente está ou já foi infectado pelo vírus zika em algum momento da vida. O que significa dizer que também será possível identificar a presença do vírus em pessoas que tiveram a doença e já foram curadas.

A compra do teste rápido faz parte da estratégia permanente do Ministério da Saúde de enfrentamento ao Aedes aegypti e será disponibilizado antes do verão, período de maior circulação do vetor, o mosquito Aedes aegypti, e, consequentemente das doenças transmitidas por ele, como zika, dengue e chikungunya.

Enquanto os testes não chegam às Unidades Básicas de Saúde, é preciso conhecer mais sobre a doença e procurar um médico caso sinta alguns dos sintomas citados no quadro ao lado.

Sintomas

- Febre oscilando entre 37,8°C e 38,5°C.
- Conjuntivite, cor avermelhada nos olhos, olhos lacrimejando, pálpebras inchadas e secreção amarela.
- Hipersensibilidade nos olhos e maior sensibilidade à luz do dia.
- Dor nas articulações, principalmente nas articulações das mãos e dos pés.
- Dor de cabeça, localizada principalmente na região atrás dos olhos.
- Dor nos músculos do corpo todo.
- Manchas vermelhas na pele, que iniciam na face e que podem se espalhar pelo corpo, podendo ser confundidas com sarampo.
- Cansaço físico e mental, sensação de esgotamento.

Por Maiara Maximo /edição 1286 Folha Universal

Nenhum comentário:

Postar um comentário