segunda-feira, 20 de junho de 2016

PAIS ESTRESSADOS PODEM CRIAR FILHOS OBESOS

Estudo mostra que obesidade infantil tem relação com o nível de estresse dos pais. Veja os riscos que as crianças correm e como evitar que elas fiquem acima do peso

A obesidade das crianças pode estar relacionada ao estresse dos pais. É o que aponta um estudo apresentado na reunião anual da Obesity Society, nos Estados Unidos. Os pesquisadores descobriram que pais com três ou mais fontes crônicas de estresse tinham o dobro de probabilidade de criar crianças obesas do que aqueles sem estresse.

A pesquisa não aponta os motivos. A médica endocrinologista e presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso), Cintia Cercato, lembra que o estresse crônico pode influenciar no ganho de peso. A explicação é que uma pessoa estressada tem tendência a comer mais e a escolher mais alimentos ricos em açúcar e gordura.

“Pais e filhos compartilham os mesmos ambientes. Se os pais estão sob estresse crônico e ganham peso, isso influencia toda a família”, diz. No País, 33,5% das crianças entre 5 e 9 anos estão acima do peso ideal, segundo dados da Secretaria de Direitos Humanos. Entre os adolescentes, o índice chega a 20,5%.

Por Rê Campbell / edição 1263 Folha Universal

Nenhum comentário:

Postar um comentário