segunda-feira, 2 de maio de 2016

SEU TELEFONE TOCOU, MAS VOCÊ NÃO ENCONTROU A CHAMADA?

Você pode estar sofrendo de “ansiedade pelo toque do celular”

Você está em casa ou no trabalho e, de repente, tem a certeza absoluta de ter ouvido o toque característico do seu celular. Você vai olhar e não há registro da chamada não atendida. Cuidado, pois, de acordo com uma pesquisa recente da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, se você já passou por uma situação como esta, pode estar sofrendo de “ansiedade pelo toque do celular” ou “ringxiety”. O estudo, publicado em janeiro deste ano, comparou a frequência de toques considerados “fantasmas” em um grupo de 411 voluntários e apontou que 80% dos entrevistados disseram ter ouvido o celular tocar. No entanto, o aparelho, na verdade, não havia emitido nenhum sinal sonoro.

Segundo os pesquisadores Daniel J. Kruger e Jaikob M. Djerf, responsáveis pela avaliação, essas pessoas tinham “apego evitativo”, tendência a evitar intimidade pelo medo de se envolver, ou “apego ansioso”, preocupação excessiva de serem abandonadas ou não correspondidas. Os indivíduos com apego ansioso descreveram 18% mais situações de “ringxiety”.

Como essa ansiedade pode prejudicar a saúde, uma vez que ativa sensações de estresse, provoca dores de cabeça e certos distúrbios de sono, o ideal é não se apegar tanto ao celular, apesar das facilidades tecnológicas que o aparelho oferece. Não fomente a paranoia. Use o aparelho com moderação e procure deixá-lo de lado de vez em quando para não dar margem a esse tipo de problema.

Por Eduardo Prestes / edição 1255 folha universal

Nenhum comentário:

Postar um comentário