quarta-feira, 9 de março de 2016

ATENÇÃO MULHERES, MEXAM-SE!

Violência doméstica mata cinco mulheres a cada hora no mundo

Estudo da ONG ActionAid estima que mais de 500 mil mulheres serão mortas por seus parceiros ou familiares até 2030.

Um relatório divulgado pela organização não governamental (ONG) ActionAid, nesta segunda-feira (7), véspera do Dia Internacional da Mulher, revelou que 119 mulheres são mortas a cada dia em todo o mundo vítimas de violência doméstica.

Segundo a organização, são 43.600 mulheres assassinadas todos os anos por seus parceiros e familiares. A estatística, resultado de uma análise do estudo global de crimes da Organização das Nações Unidas (ONU), não inclui outras formas de violência contra as mulheres.

O estudo estima que mais de 500 mil mulheres serão mortas por seus parceiros ou familiares até 2030, prazo para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), assinados em Nova York (EUA), no ano passado, e que incluem como meta a igualdade de gênero e o empoderamento de meninas e mulheres.

Sarah Carson, coordenadora gestora de Campanhas de Direitos das Mulheres da ActionAid no Reino Unido, considerou que os dados sobre a violência doméstica retratam um sintoma "terrível" da desigualdade de gênero no mundo. "É uma epidemia global que ameaça as vidas de milhões de mulheres todos os dias, especialmente aquelas vivendo em situação de pobreza e enfrentando outras formas de discriminação”, comentou.

O documento, intitulado “Mulheres e meninas sem medo - liderando o caminho, transformando vidas”, também indica ações prioritárias para os governos, como o apoio ao desenvolvimento de leis e planos nacionais de ações para combate à violência de gênero e ajuda financeira a coletivos de mulheres que militam contra a violência doméstica.

Em muitos casos, as entidades são, como afirma o estudo, a primeira fonte de apoio às mulheres que vivenciam uma situação de crise. No entanto, o documento mostra que elas são cronicamente subfinanciadas com uma renda média de pouco mais de 14 mil libras por ano no Reino Unido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário