segunda-feira, 30 de novembro de 2015

ENSINO SUPERIOR É PRIVILÉGIO DE APENAS 13,1% DOS BRASILEIROS

Dados da PNAD 2014 revelam a falta de interesse em completar os estudos

Já foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) 2014. Alguns números que chamam atenção são relativos ao nível de instrução da população brasileira. Somente 13,1% possuem ensino superior (contra 12,6% em 2013).

Houve um leve aumento, mas o valor ainda está distante do ideal. Já em relação ao nível de instrução dos brasileiros acima de 25 anos o estudo constatou que mais de metade (57,5%) tem no máximo o ensino médio completo e 32% não concluíram o ensino fundamental. Outro dado revela a necessidade de aprimorar o ensino público para que a frequência aumente, pois as salas de aula são frequentadas por 76,9% dos estudantes brasileiros.

Os motivos que levam os jovens a desistir de estudar podem ser a necessidade de trabalhar ainda novos, gravidez na adolescência e falta de interesse e até de incentivo das próprias escolas. Mas, nos dias de hoje, ao mesmo tempo em que a internet e a tecnologia têm sido usadas para a distração e o desperdício de tempo, elas também estão a favor dos estudantes.

Há vários sites e aplicativos que tiram dúvidas sobre assuntos escolares e também há plataformas que disponibilizam cursos online gratuitos. Algumas instituições até oferecem a opção do ensino a distância, portanto, há muitas formas para adquirir e aprimorar seus conhecimentos. Afinal de contas, atualmente, ter concluído a faculdade não é um diferencial, mas uma necessidade no mercado de trabalho.

Por Rafaella Rizzo / edição 1234 Folha Universal

Nenhum comentário:

Postar um comentário