segunda-feira, 12 de outubro de 2015

BRINCADEIRA DE CRIANÇA, COMO É BOM!

Brincar é fundamental para o desenvolvimento infantil

O lado lúdico na infância tem reflexo durante todo o desenvolvimento da pessoa quando adulta.

O lazer infantil é um direito garantido pela Declaração Universal dos Direitos da Criança. Isso mostra o quanto brincar é essencial para promover o desenvolvimento e garantir uma infância feliz e saudável. Por meio da brincadeira, a criança compreende o mundo à sua volta, aprende regras, testa habilidades físicas, como correr, pular, aprende a ganhar e perder. Além disso, brincar favorece o desenvolvimento físico, cognitivo e emocional; e torna a aprendizagem dinâmica, divertida e perene.

É fundamental que os pais estimulem a brincadeira entre as crianças para que possam desenvolver a imaginação, o aprendizado, a experimentação com o mundo ao redor. Com o brincar, os filhos aprendem a interagir com as possibilidades e desenvolvendo relações sociais de forma autônoma, organizando as emoções em equilíbrio com os universos interno e externo.

Nesse período do Dia das Crianças, pais e familiares se preocupam em presentear os pequenos, mas alguns aspectos devem ser considerados na hora da escolha; alerta a Terapeuta Ocupacional do Hapvida, Anny Loureiro, mestre em Ensino na Saúde, pela Universidade Estadual do Ceará.

Brinquedos que incentivem o desenvolvimento de habilidades físicas e intelectuais e estimulem a interação com os pais e com outras crianças devem ser privilegiados na hora da escolha. Livros, jogos de tabuleiro, bolinhas de gude, bonecas, corda para pular, patinete, bicicleta, quebra-cabeças, carrinhos de corrida, equipamentos esportivos, jogos de memória, objetos de montar, óculos de mergulho, vão fazer a alegria da criançada.

É importante também observar a faixa etária indicada para cada idade, o que é obrigatório nos produtos infantis, prestar atenção se o objeto possui superfícies pontiagudas ou peças que poderiam se soltar facilmente. O brinquedo deve conter selo de segurança que certifique que não oferecerá risco, além de alertar para os cuidados necessários no manuseio.

E se o dinheiro estiver curto, uma boa opção para o feriado do Dia das Crianças é interagir, resgatando velhas e promovendo novas brincadeiras. As dinâmicas em grupo favorecem princípios de compartilhamento, cooperação, liderança, competição e obediência às regras. Brincar é uma forma de expressão e é por meio das atividades lúdicas que a criança manifesta sentimentos e se comunica com o mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário