sábado, 26 de setembro de 2015

TENTATIVA DE GOLPE DA DIREITA CADA DIA MAIS FRUSTRADO

Jamais seremos agentes de instabilidade, diz comandante do Exército

General Villas Bôas, comandante do Exército, e o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), com cara de poucos amigos.

“Temos compromisso com a legalidade e com a estabilidade, jamais seremos agentes de instabilidade. Nossa missão é clara e determinada pela Constituição", afirmou o comandante do Exército, o general Eduardo Villas Bôas, durante audiência pública na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), nesta quinta-feira (24), no Senado.

As declarações do comandante devem ter deixado o senador tucano Aloysio Nunes (PSDB-SP), presidente da comissão e defensor do golpismo, desapontando.

A indagação sobre o tema foi suscitada pelos senadores que pediram a opinião do general sobre a presença de manifestantes em protestos populares que pedem o "retorno do regime militar". Para o comandante do Exército, a sociedade brasileira amadureceu democraticamente e "não precisa ser tutelada".

O comandante também alertou que todos os projetos da área da Defesa vem sofrendo com atrasos por causa do ajuste orçamentário e enfatizou que isso representa um "risco real" de uma grande regressão, diante dos avanços nos últimos anos.

No entanto, Villas Bôas fez questão de defender o ministro da Defesa, Jaques Wagner, que, na opinião dele, tem se esforçado para reduzir o impacto desses cortes sobre a pasta.

Do Portal Vermelho, com informações da Agência Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário