terça-feira, 22 de setembro de 2015

SAÚDE MASCULINA

Por que a maioria dos homens tem dificuldade em ir ao médico e preconceito quando o assunto é o exame da próstata?

Parece incrível, mas metade dos homens do Brasil nunca foi ao urologista. Mais da metade: na verdade, 51%, segundo uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) em parceria com uma famosa empresa farmacêutica. Os motivos alegados é que surpreendem: medo e “falta de tempo”.

Bem, infelizmente, sabemos que há um preconceito muito grande em relação à consulta ao urologista, o médico que faz, entre outras coisas, o exame da próstata, também conhecido como “exame de toque”. É curioso como muitos caras têm medo ou vergonha de ir a um consultório fazer uma checagem rápida e simples, mas não temem doenças ou a morte. Não parece algo muito inteligente. E, de fato, não é.

Não é preciso ser médico para saber que muitas doenças, se detectadas precocemente, têm maiores chances de cura. As mulheres, em sua maioria, sempre vão ao ginecologista e outros especialistas, como medida preventiva. Nesse sentido, a ala masculina sai em desvantagem, pois só vai quando começa a sentir algo, ao passo que poderia evitar muita coisa ruim se fizesse exames de rotina. Sempre valeu muito a pena fazer aquele check-up pelo menos uma vez por ano. Ele pode até levar algumas horas, mas fará com que você ganhe anos de vida no caso de ter algum problema e tratar logo, ou, melhor ainda, ao saber que não tem nada poderá usar isso como estímulo para continuar a zelar pela boa saúde. Sim, estamos falando de comer direito, fazer exercícios, descansar corretamente e por aí afora. Ah, e continuar a ir ao médico periodicamente.

Em tempo: o urologista realiza o diagnóstico de problemas relacionados ao trato urinário de homens e mulheres, bem como do sistema reprodutor masculino.

Cá entre nós, amigão, é claro que você pode até ter algum receio de ir ao urologista pelo caráter íntimo do exame, mas na hora em que o médico lhe disser que está tudo bem isso não terá preço e você perceberá que, afinal de contas, não foi sacrifício nenhum. Mesmo que os amigos e colegas façam piadas, saúde é o mais importante para você e para eles. Quem perde é quem não faz o exame. Todo homem com 50 anos ou mais deve fazer a checagem da próstata pelo menos uma vez por ano, mas pode começar a ir ao urologista mais cedo, desde a adolescência, como medida preventiva dos outros aspectos que ele analisa – sistema reprodutor e urinário.

E, claro, não é só o urologista que entra nessa lista de consultas tão necessárias. Se você usar a cabeça e resolver ir a um clínico geral de confiança, ele pedirá os exames necessários para uma “geral” na sua saúde. Ah, isso tudo também vale para outro especialista importante, que os homens também procuram bem menos que as mulheres: o dentista.

Você é quem decide se vai gastar algumas horinhas por ano se prevenindo ou passar muito mais tempo que isso cuidando de doenças que poderiam nem existir se tivesse se prevenido.

Por Marcelo Rangel / edição 1224 folha universal

Nenhum comentário:

Postar um comentário