quinta-feira, 20 de agosto de 2015

REFORMA POLÍTICA DEMOCRÁTICA

Já está mais do que comprovado que o modelo político eleitoral brasileiro é um dos principais fatores que favorece a corrupção, quando se alastra desde o financiamento empresarial das campanhas dos candidatos e partidos políticos, até a compra de votos em todos os recantos do país, além da promoção de caixa-dois, crimes eleitorais etc. 

Enquanto os manifestantes que tanto cobram o fim da corrupção, miram na tão propagandeada corrupção da Petrobras e na Operação Lava a Jato, o Congresso, que hora é presidido pelo deputado Eduardo Cunha (também denunciado por corrupção), por ter sido financiado por grandes empresas privadas, está votando uma reforma política onde deixa tudo como está. Ou seja, as grandes empresas vão continuar financiando seus candidatos e com isso, financiando a corrupção, mas os manifestantes manipulados pela direita enxergam apenas o que a grande mídia vem tendenciosamente divulgando para distorcer os fatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário