sexta-feira, 21 de agosto de 2015

DE REPENTE: REVOLUCIONÁRIOS

Funcionários do Hospital do Seridó realizam protesto contra atraso de repasses

IMG_1639[1] Alvo de protestos é embaralhar equipe interventora. Situação já teve pior e ninguém nunca reclamou.


Os funcionários da Fundação Hospitalar Carlindo Dantas, lotados no Hospital do Seridó cruzaram os braços nesta quinta-feira (20). A alegação deles é que o Município de Caicó atrasou o repasse feito pela produção de Autorização de Internação Hospitalar do mês passado. O protesto deve se estender por toda esta quinta. Ainda não se sabe se os serviços serão normalizados para os dias seguintes.

Enquanto isso, o prefeito Roberto Germano declarou que o repasse para o pagamento dos servidores do Hospital do Seridó só será feito, após a Junta Interventora assumir o comando da instituição, dentro do processo de intervenção judicial. Roberto insinua que não quer repassar o dinheiro diretamente para a Fundação, por não ter a garantia de que ele será realmente usado para pagar os servidores. E garante que o recurso está na conta, “só ouvindo a conversa”.

Quanto aos funcionários, agora fazem motim de paralisações, coisa que nunca fizeram quando o Hospital era mantido pela Fundação controlada pelo grupo político do deputado Vivaldo Costa e por diversas vezes tiveram seus salários atrasados por meses. Por anos, estes e outros funcionários aguentaram calados e submissos, as condições de trabalhistas que lhes eram impostas para garantirem o emprego. Atraso de salários sempre foi uma situação permanente para os funcionários da Fundação Carlindo Dantas. Já ouve quem dissesse que no passado, alguns funcionários recebiam seus proventos pagos com carne de boi.

Mas agora, com o processo de intervenção judicial, todos viraram revolucionários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário