quarta-feira, 12 de agosto de 2015

CONTROLE SOCIAL DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE DE CAICÓ VOLTA A SER CHAPA BRANCA



Nova composição do Conselho é formada por maioria de assessores e aliados diretos do prefeito, o que ocasionará falta de autonomia e independência para conselheiros atuarem

Aliados do prefeito são a nova diretoria executiva do CMS: Edna Santiago será a nova presidenta

Um dos principais órgãos de controle social das políticas e serviços públicos de Caicó volta para o controle e manipulação direta do governo municipal. O Conselho Municipal de Saúde agora passa a ser controlado, na sua diretoria executiva, pelos assessores diretos do prefeito Roberto Germano (PMDB) que não mediu esforços nos bastidores para retomar o controle de um dos conselhos que tinha o melhor desempenho quanto à fiscalização e controle social das políticas e serviços de saúde pública na cidade.

Com a nova composição, onde a maioria dos membros da direção executiva é de pessoas que fazem parte do governo, fica fácil de entender os motivos que levaram o prefeito a intervir na escolha da nova direção. Os conselhos de controle social em Caicó seja o da saúde, educação ou outra área, sempre sofreram com as intervenções políticas dos gestores para que não cumpram seu papel para o qual foram criados na Constituição Federal. Com Roberto Germano não tem sido diferente.

A nova direção executiva do Conselho terá a seguinte composição:

.Edna Santiago: presidenta - (também é secretária do prefeito Germano)
.Aldenor Alves: vice-presidente - (aliado e assessor do deputado Álvaro Dias)
.Sebastião Paulino: 1º secretário - (funcionário da Fundação Carlindo Dantas, que controla o Hospital do Seridó)
.Dr. Tiago Dias: 2º secretário - ( representante da classe médica, filho do ex-prefeito Nilson Dias)
.Antônio de Souza “Caçador”: tesoureiro – (aliado do prefeito e pai do vereador Aldair Alves).

Nenhum comentário:

Postar um comentário