quinta-feira, 23 de julho de 2015

PÍLULA DO DIA SEGUINTE ANTI-AIDS COMEÇA A SER DISTRIBUÍDA



A "pílula do dia seguinte" para evitar a contaminação com o vírus da Aids, começa a ser distribuída a partir desta quinta-feira (23). Isso significa que o tratamento está mais simplificado, facilitando o acesso nos serviços de saúde, assim como o procedimento para o profissional de saúde na hora do atendimento.

Documento recomenda também a redução do tempo de acompanhamento do tratamento de seis para três meses Documento recomenda também a redução do tempo de acompanhamento do tratamento de seis para três meses.

O novo Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas: Profilaxia Antirretroviral Pós-Exposição de Risco para Infecção pelo HIV – publicado nesta quinta-feira (23) no Diário Oficial da União – integra os três tipos de PEP existentes: acidente ocupacional, violência sexual e relação sexual consentida. O documento recomenda também a redução do tempo de acompanhamento do tratamento de seis para três meses.

O protocolo recomenda que os medicamentos utilizados para o tratamento sejam ministrados até 72 horas após a exposição ao vírus. O ideal é que seu uso seja feito nas primeiras duas horas após a exposição ao risco. Ao todo, são 28 dias consecutivos de uso dos quatro medicamentos antirretrovirais previstos no novo protocolo (tenofovir + lamivudina + atazanavir + ritonavir). Em 2014, foram ofertados 22 mil tratamentos em todo o País. A rede de assistência conta atualmente com 517 Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA), 712 Serviços de Assistência Especializada (SAE) e 777 Unidades de Distribuição de Medicamentos (UDM).

LEIA MAIS EM: http://www.vermelho.org.br/noticia/267904-10

Nenhum comentário:

Postar um comentário