quinta-feira, 16 de julho de 2015

CRESCE O USO DE FITOTERÁPICOS PARA TRATAMENTO E PREVENÇÃO DE PROBLEMAS DIGESTIVOS



A nutricionista Vanderlí Marchiori explica como fitoterápicos proporcionam melhor funcionamento dos órgãos

A fitoterapia é uma ciência que está crescendo cada vez mais, utilizando matérias-primas vegetais para o tratamento e prevenção de doenças e problemas de saúde, como a má digestão. Recentemente, a marca Eparema, em parceria com a Associação Paulista de Fitoterapia, realizou a pesquisa “Má digestão: hábitos e comportamentos”, que comprovou o avanço: 90% dos entrevistados acreditam que os medicamentos fitoterápicos podem ajudar nos problemas digestivos.

Essa área já obedece às rigorosas normas de aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) da mesma forma que um medicamento tradicional. Além disso, sua prática e eficácia são validadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) desde 1998.

Na maioria das vezes, os medicamentos fitoterápicos são comercializados em diferentes formas farmacêuticas, como óleos, cápsulas e extratos concentrados. “Os medicamentos fitoterápicos são obtidos com emprego exclusivo de matérias primas ativas vegetais, diferente do que ocorre com os medicamentos sintéticos, que são feitos a partir da síntese química em laboratório”, explica Vanderlí Marchiori, nutricionista e especialista em fitoterapia.

A nutricionista lista as funções das principais ervas para o alívio dos desconfortos digestivos:

BOLDO – Devido às suas propriedades farmacológicas e ao seu princípio ativo – boldina, um alcalóide responsável pelas suas propriedades hepáticas e gastrointestinais, o boldo é indicado para diversos males de saúde. A erva contribui para a proteção do fígado e estimula a vesícula biliar. Além disso, ela melhora as funções digestivas, auxilia no tratamento da prisão de ventre e é considerado um diurético.

RUIBARBO – O ruibarbo (Rheum palmatum L.), originário de montanhas asiáticas, é uma planta comestível, largamente utilizada como fitoterápico graças às suas propriedades medicinais cientificamente comprovadas. Ele ajuda na digestão e tem ainda ação laxativa e adstringente. Alivia a azia e o enjoo.

CÁSCARA SAGRADA – É uma planta originária dos Estados Unidos, mas que, muito bem adaptada no Brasil, pode ser encontrada em todas as regiões do país. A erva tem propriedades digestivas, diuréticas e laxativas. Ela auxilia no combate a problemas de prisão de ventre facilitando a eliminação das fezes. Portanto, contribui para a finalização do processo digestivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário