segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

DESCUBRA SE VOCÊ USA OS RECURSOS DA TECNOLOGIA COM SABEDORIA

Você pode escolher tornar os recursos modernos seus aliados ou os principais inimigos de sua mente e vida. Para isso, é importante analisar: você passa quantas horas por dia dependente da tecnologia? O excesso está prejudicando outras obrigações ou então está afetando o seu relacionamento familiar? Você se tornou menos sociável?

O apresentador e palestrante Renato Cardoso é adepto da tecnologia, mas deixa um alerta. “Não sou antitecnologia, ao contrário. Mas temos que aprender a usá-la para melhorar nossa vida e não para piorá-la. Não deixe que ela interfira em seus relacionamentos. Conexões reais são tudo o que temos.”

Quem sabe não está na hora de deixar o celular no bolso na hora que for jantar com o seu parceiro, de retomar o hábito de se sentar com os familiares à mesa e perguntar-lhes como foi o dia deles, de influenciar seus filhos para terem afinidades com outras habilidades ou então de desligar a TV mais cedo e passar uma noite agradável com o seu marido ou sua esposa?

Ficar muitas horas conectado causa:

• Sedentarismo;
• Déficit de atenção;
• Depressão;
• Impaciência; e
• Dificuldade para escrever corretamente
• Estipule horários e lugares para usar o computador ou celular;
• Converse mais pessoalmente do que nas redes sociais (é ótimo ter milhões de amigos na rede, mas o melhor é ter contato fisicamente, sorrir, abraçar, conversar, mesmo que seja com um número pequeno de pessoas); 
• A regra é simples: evite o celular quando estiver na companhia de outra pessoa (ela agradece);
• Leia pelo menos um livro (de papel) a cada dois meses. Fuja da tentação de só ler o que está disponível em seu acervo virtual;
• Para os casais, fica uma dica: façam um acordo de irem para a cama juntos. Segundo pesquisas, este é um dos pontos  que constam da lista dos casais felizes;
• É comum ver pessoas na mesma mesa e cada uma com um celular na mão, interagindo no mundo virtual. Aproveite esses momentos para usufruir da companhia das pessoas que estão ao seu lado. Acredito que se for para ficar no celular, nem precisaria sair de casa...

Nenhum comentário:

Postar um comentário