domingo, 19 de outubro de 2014

OS 3 ESTADOS MAIS RICOS DO PAÍS E O CAOS

Confira os principais problemas de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais

O Brasil é um País de desigualdades e isso você, leitor, já está cansado de saber. A fome extrema foi reduzida de forma significativa nos últimos anos, mas dados da Organização das Nações Unidas (ONU) comprovam que 16 milhões de brasileiros ainda vivem na linha da pobreza. Enquanto muitas localidades vivem uma situação de miséria extrema, outras esbanjam alto acúmulo de rendas.

Dentre os 26 Estados federativos, três deles concentram a maior parte das riquezas econômicas do País. São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais foram responsáveis por mais de 50% do Produto Interno Bruto (PIB) de todo o País, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Mas, será que a população dessas localidades está livre dos desafios e dificuldades enfrentadas pelo restante dos cidadãos? Será que um alto PIB é suficiente para oferecer à sociedade toda a estrutura a que ela tem direito? O que se vê é a alta concentração de capital aliada a pouca eficiência na resolução de problemas. Os três Estados mais ricos apresentam tantas falhas quanto outros menos afortunados.

Os índices de violência são altos e a falta de políticas públicas efetivas contribui para que as pessoas continuem a se sentir pouco seguras diante de tantas ocorrências. Dados do 7º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado no ano passado, mostram que a desconfiança da população na polícia cresce cada vez mais. Uma questão enfrentada por todos os Estados, inclusive os três que destacaremos em nossa reportagem.

Problemas na esfera da saúde e da educação também merecem destaque, pois hospitais seguem sem leitos disponíveis e com grandes filas e escolas ainda deixam a desejar quando o assunto é estrutura adequada ou remuneração de professores. Confira, a seguir, que é preciso muito mais do que grandes fortunas para oferecer segurança, saúde e educação qualificadas à população. É preciso saber gerir com habilidade para tomar decisões, eficiência e, principalmente, com honestidade. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário