terça-feira, 16 de setembro de 2014

EM 12 ANOS, BRASIL REDUZIU A POBREZA EXTREMA EM 75%

Programas dos governos Lula e Dilma foram fundamentais para esse resultado

Contrariando os pessimistas de plantão e candidatos da oposição que papagueiam que o Brasil está pior, o relatório do Mapa da Fome 2013, apresentado nesta terça-feira (16), pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), afirma que entre 2001 e 2012, o Brasil reduziu a pobreza extrema em 75%.

O relatório mostra que o Brasil é um dos poucos países no mundo com maior progresso no combate à fome, citando inclusive o programa Fome Zero, criado em 2003, como responsável por tais avanços.

“O resultado desses esforços são demonstrados pelo sucesso do Brasil em alcançar as metas estabelecidas internacionalmente”, aponta o documento, ressaltando que o país investiu cerca de US$ 35 bilhões em ações de redução da pobreza em 2013.

O resultado a qual a FAO se refere foi garantido graças à política de inclusão social promovida pelos governos Lula e Dilma, que com ações concretas e efetiva ação do Estado reduziu as desigualdades sociais, combatendo à fome, beneficiando 50 milhões de pessoas, ou seja, um quarto da população atual do Brasil, que é de 202 milhões de habitantes.

A mortalidade infantil por desnutrição no Brasil caiu 58% desde 2002, o que permitiu ao Brasil alcançar já em 2011 a Meta do Milênio para este item, fixada pela ONU para o ano de 2015.

Com informações de agências

Nenhum comentário:

Postar um comentário