sábado, 2 de agosto de 2014

MANIA PERIGOSA: USAR O CELULAR ENQUANTO DIRIGE É A MAIOR CAUSA DE ACIDENTE NO MUNDO


Escrever mensagens de texto e falar ao telefone sem o uso do viva-voz são uma das principais causas de acidente

20% dos motoristas dizem escrever mensagens de texto enquanto estão dirigindo
Foto: Divulgação

Por mais que seja proibido, muitos motoristas ainda usam o celular enquanto estão ao volante. E isso não acontece só no Brasil. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Centro de Tecnologia Allianz (Allianz Center for Tecnology – AZT), situado em Munique, na Alemanha, que analisou as causas e consequências da distração, e constatou que um terço dos acidentes acontecem por esse motivo.

Na análise, 20% dos motoristas admitiu que escrevem mensagens de texto ou e-mails enquanto estão dirigindo, enquanto 30% apenas leem estas mensagens, mesmo “raramente” ou “ocasionalmente”.

“Escrever mensagens de texto enquanto se dirige é ainda mais perigoso do que usar o telefone, porque os olhos, mãos e mente estão altamente envolvidos”, disse o Dr. Jörg Kubitzki, pesquisador de acidentes do AZT e autor do estudo.

Já 40% dos entrevistados disseram que fazem ligações telefônicas sem o uso do viva-voz, mesmo sabendo que é algo proibido. Por outro lado, aproximadamente 60% das pessoas consideram o uso de telefone celular como uma das formas mais perigosas de se distrair no trânsito.

O risco de acidente aumenta de 2 a 5 vezes se o motorista está utilizando um celular, independentemente se estiver segurando na mão ou no modo viva-voz. Nos acidentes registrados nos últimos três anos, 43% dos entrevistados admitiram estar usando um telefone celular, contra 26% que não estavam.

A distração do motorista também é uma das causas de acidentes, assim como o estresse e o cansaço, apesar de que muitos entrevistados não acreditaram que são suficientes para causarem um acidente: 72% das pessoas se disseram distraídas por eventos fora do veículo ou pelos passageiros do automóvel. Outro causador de acidentes é tentar segurar algum objeto que caiu dentro do carro, o que aumenta o risco em cerca de 15%. Ajustar o banco e retrovisores e colocar o cinto de segurança com o veículo em movimento também pode gerar alguma colisão.

Fonte:IG

Nenhum comentário:

Postar um comentário