quinta-feira, 31 de julho de 2014

VEREADORA NATALENSE SOLICITA DESCONTO DE DIAS NÃO TRABALHADOS NA CÂMARA MUNICIPAL DE NATAL-RN


“Entendo que não seja justo receber salário pelos dias em que não trabalhei”

ELEIKA-2

No último mês de junho, a professora e vereadora Eleika Bezerra (PSDC) faltou a duas sessões ordinárias por motivo de viagem particular, uma vez que esta havia sido agendada para período que entendeu ser mais conveniente para o recesso parlamentar. Porém, a ausência da vereadora às sessões foi informada à Presidência da Câmara Municipal de Natal por meio de ofício que também solicitou o desconto dos dias não trabalhados. O compromisso foi cumprido e o valor de R$ 1.001,25 descontados no contracheque do referido mês.

As sessões em que Eleika Bezerra esteve ausente aconteceram nos dias 25 e 26 de junho, ocasião em que foram votadas as emendas à Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2015. A vereadora ressalta que para faltar preocupou-se em deixar a contribuição pronta. “Apresentei sete emendas que foram subscritas pelo vereador Paulinho Freire (PROS), que as defendeu juntamente com outros vereadores. Inclusive é importante ressaltar que isso foi determinante para que todas estas emendas apresentadas fossem aprovadas”, pontua a vereadora.

Questionada sobre o motivo que a levou solicitar o desconto dos dias não trabalhados, atitude que não é de praxe da maioria da classe política, Eleika Bezerra fala sobre ética. “A bandeira da ética sempre esteve presente em minha vida. E, durante a campanha, deixei claro aos meus eleitores que trabalharia sempre com bastante ética e transparência. Entendo que não seja justo receber salário pelos dias em que não trabalhei por motivo particular. Por isso, decidi pedir o desconto e não justificar ausência” enfatiza.

A parlamentar ainda esclarece o porquê da viagem durante o período de votação das emendas. “Com antecedência solicitei a Casa se o período de recesso parlamentar seria mantido no mês de julho ou adiantado para junho por conta da Copa do Mundo. Entendo que o adiantamento seria o mais coerente, uma vez que neste período os trabalhos seriam prejudicados nos dias de jogos. No entanto, a resposta não chegou a tempo suficiente e tive que programar a viagem familiar antes e o fiz durante o período que acreditei ser o mais lógico para o recesso. Como não aconteceu como previ, deixei os encaminhamentos prontos, informei à presidência por meio de ofício e em plenário e solicitei os descontos”, conclui Eleika Bezerra.

Fonte: Portal JH

Nenhum comentário:

Postar um comentário