quarta-feira, 4 de junho de 2014

POR MELHORES SALÁRIOS E CONDIÇÕES DE TRABALHO, GREVES SE ESPALHAM PELO PAÍS

Mobilizações envolvem principalmente servidores públicos municipais, estaduais e federais. Entre as categorias que integram as várias frentes de mobilização estão professores, motoristas, metroviários e garis.

Crescem e se espalham em todo o Brasil os movimentos de greve. Mobilizações acontecem a poucos dias da abertura da Copa do Mundo no Brasil, evento questionado por trabalhadores e movimentos sociais devido aos gastos públicos para a sua realização.

Em campanha por melhores salários e condições de trabalho, mobilizações envolvem principalmente servidores públicos municipais, estaduais e federais. Entre as categorias que integram as várias frentes de mobilização estão professores, motoristas, metroviários e garis.

Na segunda-feira (2), em Porto Alegre (RS), servidores públicos paralisaram as atividades por tempo indeterminado. Os trabalhadores da capital gaúcha pedem aumento salarial de 20%, reajuste do vale-alimentação e valorização profissional.

Também continuam a crescer as greves dos rodoviários. Na última semana a categoria cruzou os braços em pelo menos quatro capitais: São Luís (MA), Salvador (BA), Florianópolis (SC) e Rio de Janeiro (RJ).

A maioria das paralisações dos trabalhadores do transporte reivindica o reajuste salarial, benefícios e melhores condições de trabalho, como o fim da dupla jornada de motoristas, que acumulam a função de cobradores.

De São Paulo, da Radioagência BdF, Leonardo Ferreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário