sexta-feira, 11 de novembro de 2016

POESIA E OUTRAS VIDAS!

CONTANDO PASSOS
Antônio Neves


Hora de seguir em frente
Parar...
Olhar para trás
Contar os passos
Velar os sonhos,
Insistir na vida.

Hora de desejar profundo
Caminhar seguro
Mirar o horizonte
Enxergar a estrada.
O tempo não espera
Nem manda convites.

Hora de apertar mãos seguras
Despertar sorrisos
A luta não para.
O trabalho é honra
O que cessa é a desesperança,
Desilusão não constrói novos caminhos.

É hora da retidão.
Tudo o que se move
Perecerá no sal da terra,
Mãe de todas as incertezas.
É hora de bendizer
Pelo sim, pelo não... O amor.

Sonhar com o impossível
É não perguntar, e sim, fazer.
Não me fale daquilo que não sei
Pois do que sei não guardo quase nada,
Mas acredito, como as crianças,
Que tudo não passa de imaginação.

Então, vamos assim...
Caminhando é que se aprende
Viver não cansa.
Sonhar é desobedecer à realidade
Tudo é simples demais
Para parecer normal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário