terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

COMPLEXIDADES DA ALMA

TROCAS JUSTAS
Por Cristina Hahn
Troquei minhas horas corridas por minutos de paz
Troquei minha ânsia de resultados pela paciência de plantar
Troquei meu cansaço diário pelo direito merecido de relaxar
Troquei bens desnecessários por sentimentos verdadeiros
Troquei a arrogância pela humildade para aprender
Troquei conversas vazias pelo diálogo comigo mesma
Troquei os encontros fugazes pelo prazer de permanecer
Troquei os colegas de momento pelos amigos verdadeiros de sempre
Troquei as discussões inúteis pelo respeito da opinião do outro
Troquei os anos de espera pela providência do tempo.

Troquei a busca desenfreada pelo sucesso pelas realizações diárias
Troquei o discurso teórico pela prática aprendida
Troquei o desejo de ter pela verdade do ser.
Troquei a raiva pela compreensão do mal do rancor
Troquei o supérfluo pelo que realmente é prioridade
Troquei o destino pela escolha do meu próprio caminho
Troquei a crítica vã pela escuta sincera
Troquei o grito do desespero pelo silêncio da reflexão
Troquei a punição do outro pela mão estendida do perdoar
Troquei o sorriso amarelo pela gargalhada espontânea.

Troquei a culpa pelas perdas pelo alívio do poder recomeçar
Troquei a dor da separação pela possibilidade de nova união
Troquei o sofrimento da doença pelo cuidado com a saúde da alma
Troquei o desgosto pelos fracassos pela capacidade de lutar
Troquei o autoritarismo pela conquista da liderança
Troquei a fome devastadora de comida pelo afeto que realmente procuro.
Troquei a ausência de companhia pela presença de mim mesma
Troquei a hipocrisia pela coerência dos meus pensamentos e atos
Troquei a impulsividade pela maturidade comportamental
Troquei as reclamações impertinentes pelas soluções de melhoria.

Troquei noites de agito pelo sono renovador
Troquei os pedidos constantes pelo agradecimento imprescindível
Troquei a certeza da morte pela valorização da vida
A troca é justa porque não negocio mais o que é da ordem do meu desejar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário