domingo, 8 de novembro de 2015

POESIA PARA UM DIA DE DOMINGO

Coração de poeta
Antônio Neves


A vida deste poema
Tem o amor como tema
Singrando rios e mares.
Ressuscitou no Sertão
As lembranças da paixão
Despedaçada pelos ares.

Memória de luz divina
Faz mister um amor sem sina
Acolhido na temperança.
Em noites de sonho enlevo
Mostra-se frágil acervo
Proscrito na esperança.

Amor marcado na pele
Tem uma candura leve
Cheirando a flor e perfume.
No frio da madrugada
Silhueta iluminada,
Revelada em seu lume.

Este amor ignorado
Hoje dorme bem guardado,
Pra não perder a pureza.
Velado em sono etéreo
Repousa no cemitério
Dos jardins da Natureza.

Nada vale neste canto.
Nem um anjo puro e santo
Flechando com sua seta
O alvo pode acertar,
Porque nada vai consolar
Um coração de poeta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário